O Que É Onicofagia?

A Onicofagia nada mais é do que o problema para roer unhas, durante todos os períodos de nervoso, ansiedade, fome, ou até mesmo tédio. Pode ser um sinal de problemas mentais sérios ou também emocionais. As crianças normalmente começam a roer unhas quando tem uma idade em torno de quatro a cinco anos de idade. E este termo chamado onicofagia crônica vem frequentemente utilizado de forma clínica e precisa.

Um Problema Com Diversos Efeitos Colaterais Negativos

O ato de roer as unhas pode gerar uma série de problemas pois transporta todos os germes que costuma vir até a boca. Todas as ferramentas utilizadas por manicures costumam afetar os usuários de forma semelhante. Caso as ferramentas sejam utilizadas incorretamente é possível se espalhar uma série de fungos, além de bactérias ou também vírus. Assim como vários patógenos que possuem uma grande habilidade de viver dentro das unhas, contando ainda com um hábito de roer as unhas o que poderá oferecer uma série de problemas de saúde.

Livre - Se Deste Problema

Livre – Se Deste Problema

As situações de roer unhas compulsivamente poderá ainda roer não apenas as unhas mas a pele que fica em torno das cutículas e ainda rompendo a sua pele. Esta pele rompida fica facilmente sensível a infecções existentes de vírus e também micróbios. Estes problemas poderão ser transportados pelos dedos para a boca.

Além de roer as unhas ser um fator bastante negativo pode até em alguns casos restringir os movimentos das mãos. As pessoas que roem unhas poderão ter sérios problemas caso trabalhem com as suas mãos, como por exemplo escrever, digitar, além de desenhar e ainda tocar instrumentos de corda e dirigir, já que a sua mão fica bastante machucada e sensível.

Aos poucos com o longo hábito de roer as suas unhas é possível que se tenha um grande desgaste dos esmaltes dos dentes incisivos, o que poderá gerar uma série de cáries nas áreas devido a não existir a devida proteção na sua pele.

Como Tratar Este Problema

Existem várias formas de se tratar este tipo de problema, e algumas medicações vem cada vez mais se mostrando eficazes para que aconteça a roeção das unhas. É interessante salientar que existem algumas medicações utilizadas para se tratar alguns problemas que poderão incluir remédios como antidepressivos. Existem várias outras medicações uqe poderão tratar as doenças de costume de roer unhas como por exemplo a clomipramina, fluoxetina, sertralina, paroxetina, entre vários outros medicamentos.

Além disso em casos que sejam mais graves da doença é possível se utilizar pequenas doses de medicamentos considerados anti psicóticos que são usados para tratar doenças como esquizofrenia, bastante utilizada juntamente nos conjuntos de antidepressivo. Outra alternativa interessante é se utilizar a vitamina B. Esta vitamina normalmente reduz a vontade de se roer as unhas ao se aumentar as atividades de serotonina cerebrais.

Imagem de Amostra do You Tube

A Utilização de Terapias Comportamentais

Diversos pacientes que passam por tratamentos acham a realização de terapias comportamentais benéficas e o primeiro tipo de terapia indicado consiste exclusivamente nos treinamentos de reversão de Hábito, no chamado TRH, este que é um processo que é feito em quatro partes e ainda busca desacostumar a pessoa destes hábitos substituindo esta atitude por outra que seja mais construtiva do que o ato de roer as unhas. É realizado com isto uma espécie de combinação de medicação e também terapias que se tem as melhores respostas para os devidos sintomas.

Imagem de Amostra do You Tube

Outros Tipos de Tratamentos

Existem diversos tipos de tratamentos que podem ser realizados para que se ajude as pessoas a parar de roer unhas. Isto deverá incluir os métodos de cobrir as unhas com materiais de gosto ruim, que muitas vezes pode ser utilizado um tipo de esmalte especial, ou ainda uma fita de borracha no pulso, para que quando roer as unhas as pessoas puxem. Para a maioria das pessoas esta é uma tática altamente eficaz, em algumas situações mascar chiclete reduz bastante o hábito de roer unhas. Uma dica também interessante de ser utilizada é procurar outras coisas para fazer quando tiver vontade de roer as unhas. Além disso é interessante também que se faça algumas anotações de horários de quando a pessoa poderá roer as unhas o que é uma forma de se encontrar a verdadeira origem para o problema.

Roer Unhas

Roer Unhas

Em alguns casos para pessoas que costumam roer unhas e fazem tratamentos é possível utilizar uma placa de acrílico que impede de roer as unhas com os dentes, ajudando aos poucos o indívíduo a parar de roer as unhas.

Para a maioria das pessoas que roem as unhas, a maioria destas táticas não são falíveis, e que é preciso ter uma boa determinação para que se evite este tipo de hábito. Muitas pessoas quejá roeram unhas e pararam é ter uma nota mental para parar de roer as unhas e ainda prometer que não vão mais roer as unhas, além disso fazer o fim dos hábitos de ser uma das promessas de ano novo por exemplo.

Roer as unhas também poderá ser considerada como uma situação emocional, e por isso muitas vezes resolver o problema emocional que está acontecendo poderá até mesmo diminuir ou eliminar os hábitos de roer as unhas.

Algumas Dicas Rápidas Para Evitar Roer As Unhas

Procure sempre manter as unhas bem cortadas, procurando assim evitar que as pontas que estejam mal aparadas possam servir para que você roa as unhas.

Utilizar mordedores de borrachas é bastante interessante, principalmente ao se jogar videogame, assistir filmes, novelas, entre outros.

Além disto chicletes sem açúcar ajudam bastante nesta prática.

Procurar ocupar as mãos com atividades, trabalhos manuais ou até mesmo instrumentos musicais ajuda bastante.

Normalmente esta situação começa a acontecer de forma insconsciente e por isso a melhor forma de se resolver o problema é procurando um médico para que ele possa lhe ministrar um tratamento correto, seja ele a base de medicamentos ou mesmo de terapias. Aos poucos este problema irá começar a desaparecer, vale lembrar que ele é frequente independente da idade, porém é preciso se prevenir para que não aconteça. Se quiser use base nas unhas, funciona bastante para quem passar por estas situações.

As situações de Oncofagia são caracterizadas de um problema que tem como resultados roer as unhas, principalmente durante períodos de nervosismo, de ansiedade, de fome ou mesmo em situações entediosas. Normalmente crianças começam a roer suas unhas quando tem em torno de quatro ou cinco anos de idade, e muitas vezes este vício pode acontecer pela vida toda. Este termo é utilizado de forma clínica, e pode ser um problema grave, por isso requer alguns tratamentos específicos.

Um Problema Que Vem de Outros Problemas

O ato de roer unhas poderá ser o resultado de uma série de fatores além de transportar todos os germes que acabam chegando a boca. Outra coisa importante é que todas as ferramentas que são utilizadas por manicures normalmente costumam a afetar usuários de forma muito semelhante. Se as ferramentas forem utilizadas de forma incorreta poderá se contrair fungos, bactérias e vírus, que quando levados a boca podem gerar sérios estragos para a saúde.

Estas situações de roer unhas de forma compulsiva, gera uma série de problemas, já que poderá romper a pele que fica em torno das cutículas proliferando na região doenças de pele. Além disso é possível se contrair uma série de infecções relativas a micróbios que poderão ali se instalar.

Onicofagia

Onicofagia

Além do ato de roer unhas ser um fator negativo pode em casos mais graves restringir movimentos das mãos. E ainda quem rói unhas pode ter uma série de problemas nos trabalhos manuais, como escrever, digitar, desenhar e tocar instrumentos de corda, até mesmo dirigir, já que a sua mão pode ficar muito afetada, machucada e ainda sensível.

Com o tempo o hábito de roer unhas pode gerar desgaste no esmalte dos sentes, oferecendo problemas de cáries em áreas já que não se terá a proteção no esmalte do dente.

Algumas Dicas Para Tratar O Problema de Oncofagia

Existem diversas formas para se tratar o hábito de roer unhas, e com isto existem alguns tipos de medicação que se mostram eficazes com o problema, para que se deixe aos poucos de roer unhas. Vale lembrar que existem medicações que podem ser indicadas que incluem remédios antidepressivos em casos mais graves. Alguns componentes são indicados neste sentido como por exemplo clomipramina, fluoxetina, sertralina, paroxetina, entre vários outros medicamentos.

Em alguns casos severos do problema é possível se utilizar pequenas quantidades de medicamentos anti psicóticos que são usados para o tratamento de doenças como a esquizofrenia, em conjuntos de antidepressivos. A ingestão de vitaminas de complexo B também são interessantes. Este tipo de composto reduz a vontade de roer as unhas aumentando as atividades cerebrais e você acabará esquecendo de as roer.

Imagem de Amostra do You Tube

A Realização de Terapias Comportamentais Ajudam e Muito Nos Problemas de Oncofagia

Diversos pacientes costumam achar as terapias comportamentais altamente benéficas como um complemento para a medicação. E com isto a primeira terapia nada mais é do que consistir em um Treinamento de Reversão de Hábito, este é um processo de quatro partes que faz com que os usuários se desacostumem, e a pessoa do hábito deverá o substituir por outros hábitos que sejam mais construtivos. Outra terapia bastante utilizada é a terapia de controle de Estímulo, esta que é utilizada para identificar como também para eliminar os estímulos que poderão gerar vontade de roer as unhas. Procure utilizar uma combinação de medicação e também terapia que se tem uma melhor resposta para estes sintomas.

Imagem de Amostra do You Tube

Outros Tratamentos Alternativos Evitam O Vício de Roer As Unhas

Existem diversas formas de terapia considerada de aversão para que possa ajudar as pessoas a parar de roer as suas unhas. Estas que deverão incluir inclusive alguns métodos como por exemplo cobrir as unhas com substâncias de gosto ruim, que muitas vezes pode ser comum esmalte especial, ou ainda utilizar uma fita de borracha em seu pulso, pedindo para amigos, familiares ou você mesmo lembre quando estiver roendo as unhas. Existem pessoas que substituem o hábito de roer as unhas pelo hábito de se mascar chicletes. Diversos métodos poderão ainda funcionar já que fazem com que a pessoa possa tomar toda a consciência de suas determinadas ações e procure ainda outras coisas para se fazer. Outra dica interessante é fazer algumas anotações de horários onde a pessoa rói as unhas, desta forma é possível se encontrar a origem do problema.

Grande parte das pessoas que roem as unhas normalmente realizam tratamentos ortodônticos, para bruxismo, e utilizam uma placa de acrílico que a ajudam no tratamento e também a não roer as unhas com os dentes. Isto poderá trazer um bom efeito colateral ajudando o indivíduo a superar consideravelmente o seu hábito de roer todas as suas unhas.

Cuide - Se

Cuide – Se

Diversas pessoas que roem unhas acham que a efetividade dos métodos citados acima não resolvem em nada. E para eles é preciso que exista uma grande determinação para que se acabem com estes hábitos. Diversas táticas são mais uteis segundo as pessoas que roem as unhas como por exemplo imaginar uma nota mental para parar, e ainda prometer que não irá mais roer as unhas, além de se realizar uma promessa talvez de ano novo de parar de roer as unhas.

Desta forma como vários outros hábitos nervosos, o fato de roer as unhas poderá ser um sintoma de uma série de problemas emocionais e por isso é importante se ter um foco neste sentido para que se tenha a idéia se o problema não é mais grave do que se imagina. Resolver o problema emocional poderá ajudar também a diminuir bastante ou até mesmo eliminar este tipo de problema.

Alguns Fatos Curiosos Sobre Roer Unhas

O ato de roer unhas conforme teorias de Freud é um sintoma de fixação oral.

Esta é uma ação embaraçante em várias culturas

Muitas vezes é relacionada a raivas reprimidas contra os pais.

Este é também um ato não considerado fisiológico, e poderá estar relacionado a uma série de desordens e distúrbios temporomandibulares. Por isso é muito importante que exista um cuidado neste sentido, para se eliminar este que é um vício tão ruim como outros.

Outros Artigos

Filmes Sobre a Síndrome de Down

Filmes Sobre a Síndrome de Down(0)

O Que é Síndrome de Down? O distúrbio genético conhecido como Síndrome de Down ou Trissomia do Cromossoma 21 é consequência da presença de um cromossomo 21 a mais, total ou parcialmente. O nome da síndrome foi dado como uma homenagem a John Langdon Down que foi o médico responsável pela primeira descrição da mesma

Os Sintomas da Leucemia

Os Sintomas da Leucemia(0)

A leucemia é uma doença que afeta as células do sangue (leucócitos), e como toda doença sanguínea acaba passando por todo o corpo da pessoa, e pode afetar diversas partes do corpo humano (órgãos e tecidos). Os leucócitos são as células sanguíneas responsáveis pela defesa corporal, e eles sofrem transformações malignas, passando a se reproduzir

Causas do Formigamento No Corpo: Parestesias

Causas do Formigamento No Corpo: Parestesias(0)

Sensações anormais ao longo do corpo, tais como formigamento, são conhecidos como “parestesias”. Causados por danos nos nervos ou doenças que estão no organismo. É importante tratar o que pode levar à eventual dormência na área afetada. Muitos problemas potenciais são associados, vários dos quais são explicados neste artigo. Se sente que o seu corpo

O Que Provoca as Dores de Cabeça e Como Evitá-las

O Que Provoca as Dores de Cabeça e Como Evitá-las(0)

Dores de cabeça são comuns para muitas pessoas e, muitas vezes, elas se repetem com muita frequência, o que pode interferir totalmente na vida de quem sofre com elas. Uma variedade de medicamentos pode ajudar a amenizar a dor de cabeça de controle, mas eles apenas mascaram a dor sem tratar a causa. Medicamentos para

Como Prevenir as Varizes? 10 Dicas Elementares

Como Prevenir as Varizes? 10 Dicas Elementares(3)

Varizes são dilatações dos vasos sanguíneos que ocorrem com maior frequência nas pernas, afetam cerca de metade da população adulta dos Estados Unidos. Geralmente são causados pela pressão nas veias que, ao longo do tempo, enfraquece as paredes dos vasos. Para a maioria das pessoas, varizes são apenas incômodos dolorosos. Em casos extremos pode causar

leia mais

3 comentários

#1gabrielle12 de maio de 2013, 17:13

oi eu amei isso eu estou fazendo um trabalho escolar e isso vai me ajudar muito

#2mariana14 de maio de 2013, 18:00

obrigada valeu muito

#3Mosquisto da dengue8 de abril de 2014, 17:34

Valeu a pena ter lido até o final foi muito esclarecedor!

Enviar Comentário

Nome:
E-mail:
Site:
Comentário:

Links Patrocinados

Arquivo

Siga-nos!

Categorias mais Procuradas

© 2010-2019 Mega Artigos Todos os direitos reservados. Política de Privacidade