Movimento Não Foi Acidente

Você conhece o Movimento Não Foi Acidente? Não? Então, veja a seguir tudo sobre o movimento e tire as principais dúvidas.

O Movimento Não Foi Acidente nasce da seguinte constatação: pelo menos 40 mil pessoas morrem todos os anos vítimas de acidentes de transporte. E o pior, o álcool na direção é responsável por 40% desse total de acidentes. E dados mais alarmantes: é o principal motivo da morte de crianças entre 1 e 14 anos no Brasil.

Não Foi Acidente

Não Foi Acidente

Mas, o Movimento Não Foi Acidente, nasceu exatamente em consequência de um dos acidentes que fazem parte dessa estatística. Rafael perdeu a irmã e a mãe no dia 17 de agosto de 2011. Elas foram atropeladas por um carro desgovernado que seguia em alto velocidade na cidade de São Paulo. O responsável pelo acidente, Marcos Alexandre Martins, estava embriagado no momento do acidente. Foi então, que Rafael junto com outros amigos resolveu criar o Movimento Não Foi Acidente. O grupo luta por uma mudança nas leis brasileiras, que acabam favorecendo a impunidade.

O Que Diz A  Lei Hoje?

Se uma pessoa hoje sair, beber demais e na volta para casa dirigindo atropelar uma pessoa e matar ela é: indiciada por homicídio culposo, que significa matar sem intenção.

Se essa pessoa não tiver passagem pela polícia, isto é, for réu primário, o tempo de prisão que ela pode pegar varia entre 2 a 4 anos. Além disso, ela pode ter a habilitação retirada por um ano.

Imagem de Amostra do You Tube

Porém, na prática, a lei brasileira permite que a pena até 4 anos seja “trocada” por serviços para comunidade.

Em resumo: não vai acontecer efetivamente nada com quem matou uma pessoa porque estava dirigindo embriagado.

O Movimento Não Foi Acidente ainda questiona a chamada Lei Seca. O grande problema desse sistema do governo, mais uma vez, é a brecha da lei. Só passando pelo teste do bafômetro é que é possível verificar e provar que o motorista estava embriagado, porém, segundo a lei, ele pode se negar a fazê-lo porque ninguém é obrigado a produzir provas contra si mesmo.

O Movimento Não Foi Acidente Luta Por Mudanças

É um movimento que está busca de mudanças para que essas brechas não facilitem quem deve pagar por um crime. Além disso, o movimento quer mais educação de trânsito e conscientização da população.

A Proposta do Projeto de Lei do Movimento Não Foi Acidente É:

  • Em casos de acidentes e de suspeita de condutor embriagado, ele teria que passar por um exame clínico, o que não faria mais necessário o bafômetro, que pode ser rejeitado pelo motorista.
  • O crime de trânsito continuaria enquadrado como homicídio culposo, mas com a pena maior de 5 a 9 anos  de reclusão, quando comprovado o estado de embriaguez.
  • Mesmo que aconteça um acidente sem homicídio a proposta do aumento da pena fica valendo.

Para aderir o Movimento Não Foi Acidente você pode visitar o site, o endereço é o nome do movimento e assinar a petição. Assim como pode contribuir divulgando a proposta de projeto.

No site você pode imprimir uma lista e assinar. Quem assina no site não assina no papel e vice-versa. Somente é válida uma única assinatura por pessoa.

Para Onde Mandar As Assinaturas Que Você Conseguir Coletar?

Mande para o seguinte endereço: Rua Emílio Colella, 169 Sala 3, Bairro Parque São Domingos, São Paulo, CEP: 05126-130.

Não existe um prazo para mandar as folhas, mas quanto antes melhor para que o projeto seja encaminhado para o Congresso Nacional.

Veja de Forma Simples Os Pontos do Projeto

  • A multa não existirá mais para quem dirigir embriagado. O que significa que  a ação será crime ilícito, isto é, tolerância zero.
  • Alteração das penas, da atual entre 1 a 3 anos para 5 a 8 anos.
  • Que um médico faça um exame clínico para constatar o estado de embriaguez que servirá de prova para um futuro processo contra o condutor embriagado.

Quem Pode Assinar A Petição?

  • Somente pessoas que tenham título de eleitor podem assinar a petição, uma única vez.
  • Os estrangeiros não podem assinar, mesmo que tenham permissão de viver no país.
  • Uma vez assinada a petição não será feito nenhum contato. Porém, quando o projeto for encaminhado para a Câmara dos Deputados pode ser que seja feito um controle para autenticar as assinaturas.
Imagem de Amostra do You Tube

Por Que É Pedido O Número de Eleitor Quando Assino A Petição?

O número do título de eleitor é solicitado a cada pessoa que assina a petição porque é uma exigência da lei para enviar esse tipo de projeto ao Congresso. Graças a esse número fica comprovado que você é eleitor e goza de direitos, inclusive de assinar uma petição.

Então, observe que não se trata de uma exigência do Movimento Não Foi Acidente, e sim de uma praxe para esse tipo de petição. E para que ela seja válida o número de participantes deve chegar a 1% dos cidadãos brasileiros.

Algumas Formas Para Ajuda O Movimento Não Foi Acidente

A primeira forma de ajudar o Movimento Não Foi Acidente é assinando a petição, que pode ser preenchida no site: www.naofoiacidente.org. Porém, atenção, responda tudo, preencha a ficha completamente. Feito isso você já deu a sua assinatura e está apoiando a proposta de projeto.

Outra forma de colaborar com o Movimento Não Foi Acidente é envolvendo outros amigos, ajudando a conseguir mais assinaturas. Você pode usar redes sociais como o Facebook ou Twitter.

Respeite A Vida

Respeite A Vida

Se você conhece muita gente que poderia participar mais não estão nas redes sociais e nem usa muito computador, não tem problema, imprima uma petição e passe entre eles para que ela assinada, depois é só enviar para o endereço que demos lá no início.

Se você tem um site, blog, ou qualquer tipo de empresa, pode ajudar divulgando o endereço do site do Movimento Não Foi Acidente e conseguindo mais assinaturas.

Você pode tirar outras dúvidas ou saber como ajudar escrevendo para a organização do Movimento Não Foi Acidente, anote o e-mail: [email protected].

Não perca tempo e faça parte hoje mesmo desse importante movimento contra a impunidade e não só, chame amigos e parentes para participarem, quanto antes as assinturas forem recolhidas, mas rápido podemos ter a esperança de ver a lei mudada.

Outros Artigos

leia mais

0 comentários

Enviar Comentário

Nome:
E-mail:
Site:
Comentário:

Links Patrocinados

Arquivo

Siga-nos!

Categorias mais Procuradas

© 2010-2019 Mega Artigos Todos os direitos reservados. Política de Privacidade