Maior Planta Carnívora do Mundo

Os filmes de terror mais antigos costumavam ter grandes monstros que impressionavam tanto os mocinhos dos filmes como os telespectadores. Um monstro que poderia ter sido bem aproveitado nas telonas é um em forma de planta carnívora. Contudo, esse monstro seria criado usando muito a criatividade dos designers já que de verdade a maior planta carnívora do mundo não é tão assustadora assim.

Inconscientemente é natural que as pessoas fantasiem que essa planta seja gigante e tenha a capacidade de engolir uma pessoa assim como acontece em desenhos animados. Porém, na vida real não é bem assim, pois uma das maiores plantas carnívoras que a humanidade conhece é a trepadeira da espécie Nephentes rajah que em raros casos chega a meio metro de altura e que tem como base de sua alimentação as moscas.

Saiba Mais…

Essas plantas podem ser avistadas nas florestas úmidas de Bornéu, na Ásia. A alimentação dessas plantas é feita por meio de um tipo de jarro que fica pendurado na extremidade das suas folhas. Contudo, não são todas as plantas carnívoras que atacam as suas presas assim.

A Captura da Presa – Diferentes Espécies

A forma como captura a sua presa varia de espécie de carnívora para espécie, algumas dessas plantas prendem as presas, outras sugam, algumas mordem e outras afogam as suas vítimas. As plantas carnívoras costumam ter um bom apetite, só para se ter uma ideia a planta Drosophyllum lusitanicum pode grudar em seus pelos uma quantidade impressionante de insetos numa única ‘bocada’.

Plantas Carnívoras como aquelas que pertencem ao gênero Utricularia podem se alimentar de uma família inteira de microcrustáceos de uma única vez. A planta Dionaea muscipula é outra que se destaca pelo apetite sendo conhecida como “papa-mosca” uma vez que ela pode pegar insetos em rápidos três décimos de segundo.

Imagem de Amostra do You Tube

Alimentos Mais Calóricos

Antes que você comece a pensar que as plantas carnívoras se alimentam apenas de insetos vale ressaltar que quando possível elas gostam de variar com algo mais calórico. Em algumas situações aparecem pererecas e até pássaros pequenos que podem se tornar presas. Esses animais não são as presas naturais das plantas carnívoras, mas acabam sendo capturados quando vão atrás de insetos que são atraídos pela planta.

As plantas carnívoras em geral vivem em solos que são bastante pobres em nutrientes e dessa forma precisam aproveitar todo e qualquer novo alimento que se apresente. Quase nada escapa a essas plantas devoradoras.

Como a Nephentes rajah Atrai o Alimento

Um dos dados mais interessantes a respeito das plantas carnívoras em geral é que elas geralmente tem algum atrativo para ludibriar os insetos que acabam sendo devorados. A seguir vamos explicar um pouco mais como a Nephentes rajah, maior planta carnívora do mundo, faz para se alimentar.

A Sedução

A armadilha para atrais os insetos consiste numa espécie de sedução. Em geral as plantas carnívoras assim com o a Nephentes rajah são bem coloridas e tem um odor (um tipo de perfume) que é certeiro em abrir o apetite dos insetos. Os insetos são atraídos pela promessa do odor de ter ali naquele local um verdadeiro banquete de néctar.

Como a Nephentes rajah é uma planta relativamente grande se torna mais suculenta e atraente para os insetos. Os insetos são atraídos para o jarro da planta que é uma das suas partes mais vistosas.

A Captura

Os insetos acreditando que encontraram uma fonte infinita de alimento pousam nessa planta para que possam fazer um reconhecimento do seu interior. O que eles os insetos não esperam é que as bordas do jarro da Nephentes rajah são lisas e cobertas por uma substância transparente e com aspecto úmido que faz com que eles deslizem para dentro do jarro e escorreguem por suas paredes internas até que caem num reservatório de água.

A Morte da Presa

Assim que chega ao líquido o inseto tenta em vão boiar e sobreviver, mas por fim afunda e morre afogado na base do jarro da planta. A água que está nesse reservatório é água da chuva que foi completada com substâncias liberadas pela própria planta. Dentre as substâncias em questão estão enzimas proteolíticas que irão dar início a digestão do inseto e fazer assim a quebra das suas proteínas.

A Digestão da Planta

A digestão da planta carnívora continua com ela liberando outras proteínas como a protease e a lípase. O processo transcorre num período de dois a cinco dias e por fim aquele inseto que caiu na armadilha da bela planta é reduzido a um tipo de massa disforme no fundo do jarro. Essa massa é feita dos restos da sua carapaça de quitina.

Outras Formas de Capturar

As plantas carnívoras ainda possuem três formas de capturar o seu alimento.

Em Boca Aberta Entra Mosca…

A Dionaea muscipula é uma planta carnívora que possui uma folha que possui duas conchas que formam algo como uma boca que fica aberta sempre esperando pela comida. Assim que o inseto inocente pousa nos pêlos da folha um mecanismo que fecha as duas conchas é acionado. Dessa forma as duas partes da folha que formam a boca se fecham e o inseto fica preso lá dentro. Depois é só a planta começar o seu processo de digestão.

Captura em Bolsas

Espécies de plantas carnívoras do gênero Utricularia vivem embaixo d’água e se valem pequenas bolsas que possuem para fazer a captura do seu alimento. Basicamente na entrada dessas bolsas existem pêlos sensitivos que agem como gatilhos. No momento em que a presa encosta nesse pêlos faz o acionamento dessa portinha que é aberta e pela diferença de pressão que se instala tudo o que está em volta acaba sendo sugado para o interior dessa bolsa.

Colando a Vítima

No caso das plantas que pertencem ao gênero Drosera o truque para capturar as suas vítimas está na produção de uma substância que parece uma cola. O papel dessa substância é grudar os insetos que pousam na planta. Tem algumas espécies que chegam até mesmo a enrolar a presa em seus pêlos para facilitar a digestão das mesmas.

Uma das vantagens dessa cola é quanto mais o inseto se debate para tentar se soltar mais colado ele fica. A substância colante já possui enzimas digestivas para facilitar para a planta carnívora.

 

Outros Artigos

Mais Belas Cachoeiras

Mais Belas Cachoeiras(0)

As cachoeiras são com certeza uma das obras da natureza mais bonitas, isso por que sempre são cercadas de mistério e uma sensação de liberdade. É difícil encontrar uma cachoeira que não seja bonita, mas é claro que existem aquelas mais bonitas que se destacam por algum motivo especial. O Brasil, por exemplo, possui as

Meio Ambiente com Lixo

Meio Ambiente com Lixo(0)

O lixo é um dos problemas que mais atormenta a vida no planeta, pois o seu acumulo pode gerar os mais diversos problemas, como enchentes e desmoronamentos. Além de ser um risco físico para a estrutura do ambiente, também se trata de um veneno que corrói o meio ambiente. O meio ambiente não consegue coexistir

Paisagismo, Algumas Dicas

Paisagismo, Algumas Dicas(1)

Um jardim bonito e bem cuidado é fruto de muito trabalho e dedicação e por isso tem alguns cuidados que você pode tomar para que seu jardim esteja sempre em perfeitas condições. Uma boa dica para você é não adubar o jardim no fim do verão, quando o verão acaba as temperaturas tendem a ir

leia mais

1 comentário

#1joana nascimento3 de julho de 2013, 11:18

bonita a frases vcs são d+++ de inteligentes, me ajudou p/ caralho. que Deus os abençoe.

Enviar Comentário

Nome:
E-mail:
Site:
Comentário:

Links Patrocinados

Arquivo

Siga-nos!

Categorias mais Procuradas

© 2010-2019 Mega Artigos Todos os direitos reservados. Política de Privacidade