Chuvas de Granizo – Como Se Formam

O Que é Granizo?

O granizo pode ser chamado também de saraiva e consiste num tipo de precipitação em que caem pedaços de gelo ao invés de gotículas de água. Em geral esse processo é conhecido como chuvas de granizo ou chuvas de pedras. As famosas pedras dessa chuva são na verdade compostas de água no estado sólido que podem ter como medida entre 5 e 200 mm de diâmetro.

Imagem de Amostra do You Tube

Quando mais grave é a tempestade de granizo maiores são as pedras. Nos casos em que os pedaços de gelo tem entre 5 e 50 mm ou mais de diâmetro recebem o nome de saraiva. O termo é usado inclusive nos institutos meteorológicos quando se precisa fazer referência a qualquer tipo de tempestade em que tem queda de gelo.

Como Se Forma o Granizo?

O Começo da Tempestade de Granizo

Para que possam se formar as nuvens de granizo precisam de calor e umidade. Quando o tempo está normal o ar quente que é mais leve do que o ar frio sobe e leva consigo o vapor de água proveniente da atmosfera. Quando está a 1 km do chão esse vapor é resfriado e então cria as gotas bem finas que compõem as nuvens de granizo. Em condições climáticas normais a nuvem não consegue crescer tanto e com isso gera no pior dos casos apenas uma garoa.

Contudo, quando o clima está quente e úmido as coisas mudam e com isso se formam grandes massas de ar que ficam cheias de vapor quando sobem. Quando as nuvens esfriam originam grandes nuvens de tempestade que tem a forma de bigorna. Essas nuvens são aquelas conhecidas como cúmulos-nimbos. As nuvens sobem altitudes de até 15 km e podem acarretar em chuvas bem fortes que podem até ter granizo.

A Chuva de Pedras

Nos casos em que o vento é intenso somente as nuvens de tempestades fortes conseguem resistir. Uma única nuvem de tempestade não é certeza de que haverá granizo. Numa situação em que os ventos sejam fracos e a velocidade não aumente com a altitude os cúmulos-nimbos não conseguem se desenvolver totalmente. Num cenário como esse pode até acontecer uma chuva forte, mas é raro que haja destruição.

O vento de velocidade crescente em altitudes elevadas acabam desfazendo as nuvens menores de maneira que sobrevivem somente os cúmulos-nimbos que são mais grossos. Como são formados por correntes de ar quente e úmido podem acarretar em granizo, relâmpagos e até mesmo em tornados.

Partir Para Retirada

Dentro das nuvens das tempestades fortes existem correntes de ar que sobem e descem. No interior da nuvem o ar quente empurra as gotas de água para cima e assim que elas chegam a uma altura de 5 km (local em que a temperatura é menor do que 0°C) congelam e dão origem as pedras que começam a cair.

Conforme fica nesse processo de sobe e desce o granizo acaba batendo em outras gotas e cristais de gelo de maneira a aumentar de tamanho. Assim que seu peso aumenta o bastante para vencer o ar quente que fica empurrando ela para cima a pedra consegue cair.

Entendendo a Pedra de Gelo

As pessoas muitas vezes pensam que granizo é gelo puro, mas não é bem assim. Conforme vai ganhando peso a pedra vai atravessando diversas vezes a barreira dos 0°C de maneira que ela consiste em camadas que são intercaladas de água em estado líquido e também por cristais de gelo.

O Pior Caso de Chuva de Granizo

O caso mais grave de chuva de granizo ocorreu em Bangladesh no ano de 1986. Nessa tempestade chegaram a cair pedregulhos de gelo de até 1 kg. Ao todo foram 92 pessoas mortas. Normalmente as pedras de granizo não são muito maiores do que ervilhas e nem mesmo chegam ao solo já que se desfazem no caminho. Quando o tempo está quente a pedra derrete na atmosfera e chega ao solo como chuva.

Outros Casos Graves de Chuva de Granizo na História

Outro caso bastante grave de chuva de granizo foi aquele que aconteceu na cidade alemã de Munique no dia 12 de julho de 1984. Para se ter uma ideia uma multidão precisou se proteger das pedras de gelo que começaram a cair do céu. Essa tempestade entrou para a história como uma das chuvas de granizo mais violentas já registradas em todo o mundo.

Os danos incluíram 70 mil telhados com furos, cerca de 250 mil carros amassados e um total de quase 400 pessoas feridas. O prejuízo superou 1 bilhão de dólares. No ano de 2013 outra chuva de granizo fez 15 vítimas fatais na China. A chuva de granizos é estudada desde 340 a.C quando Aristóteles escreveu a obra “Meteorologia”.

Detecção de Chuva de Granizo

Os especialistas utilizam radares meteorológicos como ferramentas úteis para detectar a presença das chuvas de granizo. Porém, os dados desses radares ainda necessitam de complementação de conhecimentos a respeito das condições atmosféricas do local para que seja possível determinar se existe um ambiente propício para que as pedras de gelo  se desenvolvam.

Existem alguns radares mais modernos que permitem a varredura por inúmeros ângulos do entorno de uma área instável. Para chegar a resultados se considera que os valores de refletividade em vários ângulos acima do nível do chão numa tempestade são proporcionais a taxa de precipitação desses locais.

Alguns padrões de refletividade também são usados como pistas importantes para que os meteorologistas desvendem em que locais cairão as tempestades de granizo. A detecção dessas chuvas com algum tempo de antecedência podem ajudar a prevenir que pessoas se machuquem e que existam muitos prejuízos.

Perigos do Granizo

Em geral o granizo pode causar sérios danos como em automóveis, telhados que tenham estruturas de vidro, aeronaves, agricultura entre outros. Normalmente os danos em telhados passam sem serem notados, mas em algum momento resultam em rachaduras ou vazamentos que podem comprometer a estrutura.

Pode ser bastante difícil observar os danos causados pelo granizo em telhados planos, contudo, é necessário ficar de olho para evitar surpresas desagradáveis depois de algum tempo.

Outros Artigos

O Que São Desertos Verdes?

O Que São Desertos Verdes?(0)

Parece um tanto controversa a expressão deserto verde, entretanto, esse conceito é utilizado por ambientalistas para designar áreas que são ocupadas por grandes extensões cultivadas de árvores com o objetivo de produzir celulose. O termo deserto é empregado para ressaltar os danos que a monocultura causa ao meio ambiente. Dentre as árvores mais utilizadas para

Reciclagem de Pilhas e Baterias

Reciclagem de Pilhas e Baterias(0)

A reciclagem de pilhas e baterias de celular é um processo bastante oneroso. Contudo, apesar de ser caro é extremamente necessário para o meio ambiente, pois baterias e pilhas possuem elementos químicos pesados como cádmio, chumbo, níquel, mercúrio e zinco que são responsáveis por intoxicar os rios, o solo, os animais e os vegetais, ou

Países Mais Gelados do Mundo

Países Mais Gelados do Mundo(0)

Se você não gosta de inverno não pode nem sonhar em viajar para os países que vamos citar abaixo. Listamos os países mais gelados do mundo e nos quais o inverno é bem rigoroso mesmo. Prepare-se para não reclamar mais só porque o sol não deu as caras durante o inverno brasileiro, pois poderia ser

Como Se Forma um Furacão?

Como Se Forma um Furacão?(0)

Um dos fenômenos mais assustadores que o clima nos proporciona é com certeza o furacão, se você está entre as pessoas que se perguntam como é possível a natureza se manifestar de maneira tão avassaladora vai gostar do texto explicativo a respeito de como se formam os furacões. Acabe com a sua curiosidade e descubra

Tempestades de Areia – Como Ocorrem

Tempestades de Areia – Como Ocorrem(0)

As tempestades de areia parecem coisas sensacionais nos filmes de ação e aventura, não é mesmo? Não é algo que faz parte da nossa realidade imediata, mas nos fascina. Pensando nisso vamos esclarecer alguns pontos sobre esse tema, preparado para embarcar numa tempestade de areia? A Tempestade de Areia Em geral as tempestades de areia

leia mais

0 comentários

Enviar Comentário

Nome:
E-mail:
Site:
Comentário:

Links Patrocinados

Arquivo

Siga-nos!

Categorias mais Procuradas

© 2010-2019 Mega Artigos Todos os direitos reservados. Política de Privacidade