Unidades de Conservação Brasileiras

Veja perguntas e respostas e descubra o que são as unidades de conservação brasileiras, quando foram criadas, quais são e muito mais! Essa é uma parte da legislação do Brasil que deve ser entendida, uma vez que trata de um tema muito importante não só para a população brasileira, mas para todo o mundo, que é a preservação do meio ambiente.

O que são as unidades de conservação brasileiras? Em resumo, são todos os espaços que foram destinados à preservação do meio ambiente em território brasileiro.

Quando foram criadas as unidades de conservação brasileiras? As unidades de conservação brasileiras foram criadas através de uma Lei Nacional de número 9.985 no ano de 2000. O objetivo das novas regras é o de preservar todo o patrimônio cultural e natural do Brasil.

O Que Diz A Lei Nacional 9.985?

A Lei Nacional 9.985 da União prevê que os estados e os municípios do país podem criar as próprias leis de unidades de conservação. Para o país, essas áreas são caracterizadas por espaços com potencial natural relevante e que se observado que trata-se de um ecossistema que precisa ser conservado, precisa ser protegido.

Imagem de Amostra do You Tube

Como São As Unidades de Conservação Ambiental?

Normalmente, esses espaços denominados pelo governo brasileiro e reconhecido pela Lei Nacional 9.985 são formados por áreas contínuas, e tudo o que está dentro delas deve ser preservado. Especificamente, a flora, a fauna, as características geológicas, as belezas naturais, as características culturais, os recursos hídricos. Além de buscar a recuperação, quando necessário, de ecossistemas degradados e mais, contribuir para o desenvolvimento sustentável.

Porque É Importante A Criação de Unidades de Conservação No País?

Mais do que importante é fundamental que os municípios e estado criem as unidades de conservação no território brasileiro. Esse é o único modo de garantir a preservação do meio ambiente, de auxiliar nas pesquisas científicas e de criar um pensamento coletivo da importância de preservar o ecossistema.

Curiosidades

Curiosidades

Quais São As Unidades de Conservação Que Já Foram Criadas No Brasil Desde da Implantação da Lei Nacional 9.985 Desde da Sua Criação?

O número de unidades de conservação brasileira atualmente no nosso país chega a 728. Elas são classificadas e divididas em diferentes tipos. O que difere uma da outra são os objetivos que cada uma tem que atingir, em termos de preservação e recuperação, e as suas características. Por exemplo, uma unidade de conservação pode ser usada para à exploração sustentável dos recursos naturais, já uma outra pode ser implantada para preservação completa do ecossistema daquela área, uma outra unidade de conservação pode ser destinada à projetos de pesquisa, enquanto outras para promoção da educação ambiental, entre outros. Esses são só alguns exemplos de como e para que podem ser destinadas às unidades de conservação brasileiras.

Imagem de Amostra do You Tube

Quais São As Classificações Usadas Para Determinar As Unidades de Conservação Brasileiras?

Com certeza você já ouviu falar em algum lugar com uma das nomenclaturas a seguir. São as classificações usadas para caracterizar as unidades de conservação brasileiras de acordo com as suas especificações. Veja quais são: Parques Nacionais, Reservas Ecológicas, Áreas de Relevante Interesse Ecológico, Reservas Biológicas, Reserva Extrativista, Reserva de Desenvolvimento Sustentável, Reserva Particular do Patrimônio Natural, Estações Ecológicas, Refúgio de Vida Silvestre, Reserva da Fauna, Áreas de Proteção Ambiental e Floresta Nacional.

Saiba Mais

Saiba Mais

Conheça Uma A Uma As Características de Cada Um Dos Tipos de Unidades de Conservação Brasileiras

1- Parque Nacional: as áreas de unidades de conservação brasileiras denominadas Parque Nacional são aquelas destinadas a educação ambiental e pesquisas científicas, graças as suas características.

2- Reserva Biológica: quando uma área de unidade de conservação vem classificada como Reserva Biológica isso quer dizer que ela foi destinada a abrigar espécies de flora e de fauna que tem um grande valor científico e por isso, devem ser protegidas.

3- Reserva Ecológica: esse tipo de área é considerada de “conservação permanente”, isto é, que deve ser não só protegida, mas deve ser cuidada. Todo o ecossistema dessa área deve ser preservado e manutenções devem ser feitas quando necessário.

4- Estação Ecológica: nesse tipo de área de conservação são feitas pesquisas que servem para proteger o ecossistema, além de ser usada para desenvolver a educação em relação ao meio ambiente.

5- Áreas de Proteção Ambienta: neste tipo de unidade de conservação são feitos trabalhos para desenvolver a área de forma sustentável. Porém, pode ser que esse tipo de espaço seja “tratado” de duas maneiras diversas, um completamente para desenvolvimento sustentável e em alguns casos, com permissão para que sejam desenvolvidas atividades que gerem uma fonte de renda. Porém, vale ressaltar que neste segundo caso, as atividades não podem de maneira nenhum interferir na flora e fauna local.

6- Área de Relevante Interesse Ecológico: essas são unidades de conservação de grande importância porque servem de abrigo para espécies da flora e da fauna raras e em muitos casos abrigam uma grande biodiversidade.

7- Floresta Nacional: esse tipo de unidade de conservação é aquela dedicada a conservar e proteger os sítios arqueológicos e também os recursos naturais. Além disso, nela é permitido o turismo, o lazer e a educação ambiental, assim como, as pesquisas com teor científico.

8- Reserva Extrativista: neste tipo de unidade de conservação brasileira as pessoas que moram nesses espaços podem fazer retiradas controladas de vegetais e ou minerais. Elas são voltadas para atividades que gerem renda, mas sempre de forma sustentável, por isso, que é necessário o controle a proteção.

9- Refúgio de Vida Silvestre: na área de unidades de conservação brasileira dedicadas a refúgio, são lugares para proteção dos ambientes naturais e também para que sejam feitas reprodução de fauna migratória e flora local.

10- Reserva da Fauna: outra área que é destinada a estudos de sustentabilidade das espécies da área e também sobre o manejo econômico.

11- Reserva de Desenvolvimento Sustentável: também se trata de uma unidade de conservação que tem como principal objetivo a preservação da natureza assegurando a vida de tudo aquilo que é nativo.

12- Reserva Particular do Patrimônio Natural: esse tipo de unidade de conservação brasileira é uma área classificada como privada e o seu principal objetivo é preservar a diversidade biológica existente nesse espaço.

Outros Artigos

O Que São Desertos Verdes?

O Que São Desertos Verdes?(0)

Parece um tanto controversa a expressão deserto verde, entretanto, esse conceito é utilizado por ambientalistas para designar áreas que são ocupadas por grandes extensões cultivadas de árvores com o objetivo de produzir celulose. O termo deserto é empregado para ressaltar os danos que a monocultura causa ao meio ambiente. Dentre as árvores mais utilizadas para

Reciclagem de Pilhas e Baterias

Reciclagem de Pilhas e Baterias(0)

A reciclagem de pilhas e baterias de celular é um processo bastante oneroso. Contudo, apesar de ser caro é extremamente necessário para o meio ambiente, pois baterias e pilhas possuem elementos químicos pesados como cádmio, chumbo, níquel, mercúrio e zinco que são responsáveis por intoxicar os rios, o solo, os animais e os vegetais, ou

Chuvas de Granizo – Como Se Formam

Chuvas de Granizo – Como Se Formam(0)

O Que é Granizo? O granizo pode ser chamado também de saraiva e consiste num tipo de precipitação em que caem pedaços de gelo ao invés de gotículas de água. Em geral esse processo é conhecido como chuvas de granizo ou chuvas de pedras. As famosas pedras dessa chuva são na verdade compostas de água

Países Mais Gelados do Mundo

Países Mais Gelados do Mundo(0)

Se você não gosta de inverno não pode nem sonhar em viajar para os países que vamos citar abaixo. Listamos os países mais gelados do mundo e nos quais o inverno é bem rigoroso mesmo. Prepare-se para não reclamar mais só porque o sol não deu as caras durante o inverno brasileiro, pois poderia ser

Como Se Forma um Furacão?

Como Se Forma um Furacão?(0)

Um dos fenômenos mais assustadores que o clima nos proporciona é com certeza o furacão, se você está entre as pessoas que se perguntam como é possível a natureza se manifestar de maneira tão avassaladora vai gostar do texto explicativo a respeito de como se formam os furacões. Acabe com a sua curiosidade e descubra

leia mais

0 comentários

Enviar Comentário

Nome:
E-mail:
Site:
Comentário:

Links Patrocinados

Arquivo

Siga-nos!

Categorias mais Procuradas

© 2010-2019 Mega Artigos Todos os direitos reservados. Política de Privacidade